Publicado em: 01/07/13
Professor da UNIR assume vice-presidência de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fiocruz


     O professor doutor Rodrigo Guerino Stabeli, docente do Departamento de Medicina da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR), ocupará o cargo de vice-presidente de Pesquisa e Laboratórios de Referência da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

    Atualmente, Stabeli exercia o cargo de diretor da Fiocruz Rondônia e de especialista em saúde pública na área de biotecnologia, além de professor-adjunto do curso de medicina, professor e orientador da pós-graduação em Biologia Experimental (2005 a 2012) e coordenador do Centro de Estudos de Moléculas Aplicadas à Medicina da UNIR e professor e orientador do doutorado da rede Bionorte.

    O docente continuará atuando nos cursos de pós-graduação da UNIR, mestrado e doutorado em Biologia Experimental, e garante que a parceria com a UNIR é imprescindível para o desenvolvimento da pesquisa na região amazônica. “A pasta que assumo é estratégica, pois a Fiocruz é a principal instituição de pesquisa na área de saúde no Brasil. Queremos incentivar e fortalecer projetos em Rondônia e a UNIR tem papel decisivo para que isso aconteça”, explicou Stabeli.

    Stabeli ingressou na Fiocruz em 2012 como especialista na área de biotecnologia, mas vem atuando na instituição desde 2003, quando foi firmado convênio entre a Fundação e o Instituto de Pesquisa em Patologias Tropicais (Ipepatro), órgão que deu origem à Fiocruz Rondônia.

     O pesquisador tem mais de 50 publicações em revistas indexadas e capítulos de livro, orientações de mestrado, doutorado, iniciação cientifica e supervisão de pós-doutorado. O docente concluiu seu doutorado em bioquímica pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto em 2003. Foi diretor de pesquisa e inovação do Instituto de Pesquisas em Patologias Tropicais de Rondônia (Ipepatro).

    É membro da Academia Brasileira de Ciências desde 2008, membro ordinário da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (SBMT).

Foi nomeado em 2009 para o corpo diretor do comitê técnico científico da rede Bionorte de biotecnologia do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). Em maio deste ano foi empossado membro diretor da Rede Bionorte pelo MCTI (mandato 2013-15).

    Stabeli atuou ativamente para a criação e a recém implantação da Fundação Rondônia de Amparo, Desenvolvimento das Ações Científica, Tecnológicas e a Pesquisa do Estado de Rondônia, para a qual foi nomeado pelo Decreto Lei 16.803. Foi editor da revista Comparative Biochemistry and Physiology. Tem colaborações internacionais, principalmente com a Johns Hopkins University, Virginia Commonwealth University (na qual coordena um programa do Ciência Sem Fronteiras) e Massassuchets University. Tem em sua coordenação a integração da Fiocruz no Sistema Nacional de Nanotecnologia (Sisnano), por meio do projeto que visa à integração e ao estudo de protótipos e produtos para o SUS pela nanotecnologia.

     Apesar de ter sua temática voltada para bio e nanotecnologia, Stabeli tem feito fortes investidas junto ao Ministério da Ciência e Tecnologia, em colaboração com a Academia Brasileira de Ciências (ABC) para a redução das assimetrias científicas no país, principalmente no desenvolvimento da CT&I na Amazônia como fator essencial para o desenvolvimento e valoração econômica dos arranjos produtivos locais.



Fonte: UNIR

Imagens (Clique na imagem para ampliar)
Av. Presidente Dutra, 2965 - Centro
CEP: 76801-974 - Porto Velho - RO
Fone:(69) 2182-2000
Campus - BR 364, Km 9,5
CEP: 76801-059 - Porto Velho - RO
Fone:(69)2182-2100

©CopyRight 2012 - Portal Institucional - Todos os Direitos reservados